Posts Tagged ‘siemens’

Tutorial: Configuração OPC Simatic Net – Simatic Step 7 V5.4 – Siemens S7-300

Este documento é de propriedade da Automatec Automação Industrial, não podendo ser reproduzido sem seu prévio consentimento.

CONFIGURAÇÃO OPC SIMATIC NET – SIMATIC STEP 7 V5.4

Este tutorial tem por objetivo descrever como é feita a configuração do OPC Simatic NET utilizando o CLP S7-300 com software de programação Simatic Step 7 V5.4.

Estrutura para Realização dos Testes

  • Micro computador comunicando em rede Ethernet com o CLP S7-300.
Configuração do OPC

1 – Inserir uma PC Station no projeto;

 

2 – Colocar o nome da PC Station conforme o nome do computador. Exemplo: VMPC09;

3 – Clicar sobre a PC Station e logo após dois cliques em Configuration. A tela abaixo será aberta;

4 – Inserir o IE General no Slot 2 e o OPC Server no Slot 3. Os mesmos se encontram no lado direito da tela, na opção SIMATIC PC Station;

Caminhos:

  • IE General: SIMATIC PC Station > CP Industrial Ethernet > IE General;
  • OPC Server: SIMATIC PC Station > User Aplplication > OPC Server;

Ao inserir o IE General a seguinte tela será aberta:

5 – Configurar o campo IP address conforme o IP da máquina;

 

6 – Selecionar a Subnet Ethernet. Caso não tenha essa opção, clicar no botão New e inserir uma rede. Após selecionar a Subnet, clicar em OK. A configuração deve ficar semelhante a imagem abaixo;

7 – Clique em Save and Compile e Feche o HWConfig;

8 – Abrir o Configuration Console no seguinte caminho: Iniciar > SIMATIC > SIMATIC NET > Configuration Console;

9 – Ir até a aba “General” da placa de rede instalada no micro, que se encontra na opção “Modules”;

10 – Em Mode of the Module selecionar a opção Configured Mode;

11 – Colocar o Index 2 (para que fique igual a configuração no Simatic);

12 – Clicar em Apply;

13 – Clicar no ícone do Station Configuration, perto do relógio do Windows;

14 – Clicar com o botão direito do mouse sobre a linha 3 > Add. A seguinte tela será aberta:

15 – Em Type, selecionar OPC Server;

16 – Em Index selecionar 3;

17 – Clicar em OK;

18 – No Simatic Manager, abrir o NetPro. (Options > Configure Network);

19 – Na PC Station, dar um clique em OPC Server. Na tabela que abrir na parte inferior clicar com o botão direito do mouse > Insert New Conection. A seguinte tela será aberta:

20 – Selecione a CPU e clique em OK;

21 – Em Local ID, digitar OPC ou o nome da conexão que será usada depois no cliente OPC;

22 – Clicar em OK;

23 – Clique em Save and Compile;

24 – Clicar com o botão direito do mouse sobre a PC Station > Download > Selected Stations;

25 – Fazer o Download do programa para o CLP.

Se todos os passos forem seguidos corretamente a aparência da tela do Station Configuration deve ficar semelhante à figura abaixo.

 

Autoria: Adriano Brolesi Moro, Tecn.go.

Entre em contato com a Automatec e agende uma visita técnica.

Automatec Automação Industrial Ltda
Fone: +55 48 3437-8272 / 9984-5607
E-mail: automatec@automatec-sc.com.br
Site: www.automatec-sc.com.br

PDF Printer    Enviar artigo em PDF para

Automatec Participa de Treinamento da Ferramenta Simatic PCS 7 na Siemens

Valcionei Orácio, gerente de engenharia da Automatec Automação Industrial Ltda, participou entre os dias 11/06 e 22/06, do treinamento da ferramenta Simatic PCS 7, na sede da Siemens, em São Paulo. O treinamento, ministrado pelo SITRAIN – Treinamentos em Automaçao e Soluções Industriais da Siemens, abordou os principais aspectos do uso desta ferramenta, como instalação, configuração e programação.

O Simatic PCS7 é uma ferramenta integrada que oferece soluções no Controle de Processos de um modo estruturado e eficiente.

O Simatic PCS 7, dentro do conceito TIA – Totally Integrated Automation, conta com a integração de todos os subsistemas, gerenciamento de dados, projetos e ativos permitindo uma engenharia eficiente e com um ótimo custo benefício.

É a Automatec preocupada em, cada vez mais, capacitar seus colaboradores e oferecer sempre as melhores soluções em eletricidade e automação.

Entre em contato com a Automatec e agende uma visita técnica.

Automatec Automação Industrial Ltda
Fone: +55 48 3437-8272 / 9984-5607
E-mail: automatec@automatec-sc.com.br
Site: www.automatec-sc.com.br

Create PDF    Enviar artigo em PDF para

Automatec – Bancada de Testes

A Automatec desenvolve projetos de automação industrial para clientes de todo o país. Para melhor atender nossos clientes, utilizamos as melhores marcas de CLP’s e Sistemas de Supervisão (SCADA – Supervisory Control And Data Acquisition) existentes no mercado. De acordo com a necessidade de cada cliente, realizamos todo um estudo de qual marca e modelo de CLP e SCADA se enquadra melhor em cada situação. Em nossa bancada de testes temos diversas marcas de CLP’s, desde controladores de última geração até alguns mais antigos, ainda muito utilizados por sua robustez, que controlam plantas com mais de 2.000 pontos. Todos os projetos são testados em bancada antes do start up (posta em marcha), diminuindo com isso o tempo de parada da fábrica, pois a maior parte dos possíveis erros podem ser corrigidos ainda na fase de desenvolvimento. As principais marcas de CLP’s utilizadas nos projetos são: Siemens, Rockwell, Schneider, Altus e Weg. Também são utilizados Controladores de Processos Novus, como o N2000s, por exemplo. Na área de SCADA’s trabalhamos com várias marcas dentre elas: Fix32, iFix, Elipse SCADA, Elipse E3, WinCC, InTouch, Wizcon Supervisor e Vijeo Citect.

 

Entre em contato com a Automatec e agende uma visita técnica.

Automatec Automação Industrial Ltda
Fone: +55 48 3437-8272 / 9984-5607
E-mail: automatec@automatec-sc.com.br
Site: www.automatec-sc.com.br

 

PDF    Enviar artigo em PDF para

Tutorial – Comando Inversor MicroMaster 440 Profibus-DP + CLP Siemens S7-300

 

Este tutorial tem por objetivo descrever como é feito o comando do inversor Micromaster 440 em rede profibus-dp utilizando, neste caso, um CLP Siemens S7-300.

Para estabelecer a comunicação via rede profibus-dp com o inversor Micromaster 440 você precisa ter o módulo de comunicação Micromaster 4 Profibus Module 6SE6400-1PB00-0AA0

Configuração no CLP

Primeiro devemos buscar com o fabricante a versão mais recente do arquivo GSD, para este nosso caso utilizaremos o GSD que esta disponível para download no final do artigo. Após fazer o download do arquivo, basta abrir o HW  Config e clicar em Options > Install GSD File, para fazer a instalação do GSD.

Depois de finalizada a instalação, basta localizá-lo e inserí-lo na rede Profibus previamente configurada no projeto, atribuindo um endereço de rede que ainda não esteja sendo usado. Abaixo tem-se uma imagem para ajudar a localizar o GSD depois de instalado.

Após inserir o Micromaster na rede devemos configurar a quantidade de palavras de dados que o mesmo possuirá na rede (PZD), para o nosso caso usaremos PPO 3, 0 PKW, 2 PZD.

 

Ao inserir o PZD o software já determina as memórias que serão utilizadas na comunicação entre os equipamentos, para alterar basta dar dois cliques no slot 2 do PZD escolhido.

Certifique-se que o inversor esta com o endereço profibus-dp devidamente configurado. Faça o download do programa para o CLP.

Programação Ladder

Após definidas as configurações de hardware e palavras que serão trocadas precisamos enviar os comandos para deixar o inversor pronto para partir (operar).

Com base nas definições de hardware teremos as seguintes funções em cada palavra.

PIW268 – Status Comando

PIW 270 – Freqüência Atual

PQW264 – Word Comando

PQW266 – Referencia Freqüência

Usaremos as seguintes memórias:

M20.0 – Comando Liga Inversor (1 – Ligar, 0 – Desligar)

MW202 – SP Referencia de Freqüência

Conforme consta no manual do módulo profibus-dp, precisamos setar os bits 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 10 da palavra de controle para 1. O valor em decimal dos bits citados anteriormente é 1150, que também será o nosso comando desligar inversor. Faremos a lógica abaixo:

 

Para enviar o comando de ligar temos que setar o bit 0 para 1. Escreveremos o valor 1151 na PQW 264. Utilizaremos a lógica abaixo:

Para a referência de velocidade escreveremos o valor na MW200 e utilizaremos um bloco MOVE para mover o valor da MW202 para a PQW266. Faremos a lógica da seguinte forma:

Descarregue o programa no CLP, para o nosso teste fizemos o ladder no OB1.

Para reconhecer os alarmes do inversor via rede você deve fazer um set-reset no bit 7 da word de controle.

Na word de status você pode obter as informações on line do inversor, para saber se possui alarme ativo para verificar o status do bit 7.

Caso você queira escrever um valor fixo de freqüência poderá substituir o endereço MW202 direto pelo valor de freqüência desejado. Lembrando que o range de freqüência é de 0 – 16384 (0 – 60 Hz)

Para escrever na MW202 você deve abrir uma Variable Table (VAT), no menu vá em PLC -> Monitor/Modify Variables.

Caso você não tenha realizado ainda o comissionamento rápido do seu inversor, leia o nosso artigo que fala sobre este assunto.

GSD Micromaster 440 – http://support.automation.siemens.com/WW/llisapi.dll?func=cslib.csinfo&lang=en&objid=6567719&caller=view

Instalação GSD: http://support.automation.siemens.com/WW/llisapi.dll/2383630?func=ll&objId=27833171&objAction=csView&nodeid0=10805384&lang=en&siteid=cseus&aktprim=0&extranet=standard&viewreg=WW&load=treecontent

Manual Micromaster 440 – http://support.automation.siemens.com/WW/llisapi.dll/csfetch/6586565/MM4_PB_OPI_en_0202_I.pdf?func=cslib.csFetch&nodeid=6586567&forcedownload=true

Create PDF    Enviar artigo em PDF para

Tutorial – Configuração Digigate Profibus-DP + CLP Siemens S7-300

 

Este tutorial tem por objetivo descrever como é feita a configuração do Digigate Profibus utilizando, neste caso, um CLP Siemens S7-300.

 

Estrutura para Realização dos Testes

Configuração no CLP

Após feita toda a estrutura da rede Profibus e ModBus (ver manual do Digigate no site da Novus) e com o programa carregado no CLP, deve-se baixar o arquivo GSD do Digigate para ser inserido na parte de Hardware do projeto no Simatic Manager.

Após fazer o download do arquivo, basta abrir o HW Config e clicar em Options > Install GSD File, para fazer a instalação do GSD do Digigate.

Depois de terminada a instalação, basta localizá-lo e inserí-lo na rede Profibus previamente configurada no projeto, atribuindo um endereço de rede que ainda não esteja sendo usado. Abaixo tem-se uma imagem para ajudar a localizar o GSD depois de instalado.

No HW Config, ao inserir o arquivo GSD, o próprio software determina alguns endereços de escrita e leitura:


Os primeiros registros, neste caso, PIW256 para leitura e PQW256 para escrita, são usados para status, sendo que para fazer um comando de escrita, temos que inverter o valor do bit 14 da PQW256, como descrito na página 09 do Manual de Instruções do Digigate, disponível no site da Novus.

Configuração no Digigate

Na configuração do Digigate deve-se definir, as configurações da rede “Modbus” de acordo com as suas características e na aba “Profibus” o mesmo endereço que foi definido no projeto do CLP, que é o endereço do Digigate na rede Profibus.

Na aba “Entrada de Dados” deve-se definir o endereço do escravo que será lido. Neste caso, utilizamos um controlador de processos da Novus (N1100) apenas para realização dos testes. Para isto, tem-se a necessidade de ter em mãos a tabela de registradores do dispositivo Modbus para que sejam definidos os endereços para realizar a leitura.

Na aba “Saída de Dados”, da mesma forma, deve-se, com a ajuda da tabela de registradores do dispositivo Modbus, definir os endereços que se deseja escrever. Neste caso também utilizamos o controlador de processos N1100, cujo endereço é está definido como 5.

Solicitações de tutorias podem ser enviadas para valcionei@automatec-sc.com.br que na medida do possível estaremos disponibilizando neste canal.

PDF    Enviar artigo em PDF para